Consultoria imobiliária pode prevenir problemas futuros


Comprar um imóvel requer muita pesquisa. Depois de escolher a casa dos seus sonhos, existe uma burocracia a se cumprir para evitar que alguns problemas aconteçam. Na euforia para a realização do sonho da casa própria, muitos consumidores acabam não prestando atenção àquelas letras minúsculas inseridas no contrato. Acabam aceitando as imposições das empresas no fechamento do negócio, ou não se atentam a toda documentação exigida.

Segundos alguns especialistas, a solução para prevenir problemas como esses é recorrer a uma consultoria imobiliária, que trabalha para assessorar as partes em toda a transação imobiliária. O objetivo é evitar que comprador e vendedor sejam prejudicados por problemas na documentação ou na negociação contratual.

SEGURANÇA JURÍDICA

Ao comprar um apartamento, a advogada Ticiana Ponte decidiu contratar o serviço de consultoria imobiliária para arrematar a parte burocrática do contrato. “Quando a imobiliária me enviou o contrato de compra e venda para assinar pensei em procurar um especialista para checar as condições contratuais e a documentação do vendedor e do imóvel. Foi a minha sorte, pois foram identificadas algumas irregularidades que impossibilitariam a transferência definitiva do imóvel para a minha propriedade. Cheguei muito perto de pagar um sinal que, provavelmente, teria perdido, caso eu não tivesse contratado uma consultoria”, explica.

Conforme a advogada Rachel Pinheiro, sócia da empresa Síngulus Consultoria Imobiliária, além da segurança jurídica, a consultoria imobiliária auxilia na economia tributária de forma legal, facilita no processo de regularização da compra e venda do imóvel, bem como agiliza os trâmites para a regularização de empreendimentos imobiliários.

“Como consequência, a consultoria imobiliária evita prejuízos diversos como perda de tempo, gastos com documentos desnecessários e evita que o cliente seja prejudicado ou até mesmo enganado”, comenta.
Rachel alerta que o comprador deve estar atento se o imóvel possui dívidas, se não está em processo de inventário. “Caso o imóvel seja novo, o consumidor deve procurar saber se a casa está averbada, ou se a incorporação está registrada”, alerta a especialista.

Ela explica ainda que é preciso analisar também a documentação do vendedor, seja pessoa física ou jurídica, verificando se todas as certidões negativas estão sendo emitidas, se não sofre nenhuma execução ou se possui pendências no Serasa.

APÓS A COMPRA
Outra análise fundamental é no contrato de compra e venda, para evitar cláusulas abusivas e conhecer bem as condições previstas e penalidades. Quando a compra for realizada, Rachel Pinheiro afirma que alguns detalhes também devem ser observados.

“O documento mais importante, que comprova a propriedade do imóvel e sua situação, é a matrícula atualizada, que é emitida no Cartório de Registro de Imóveis de cada município. Qualquer pessoa pode verificar a situação de um imóvel com uma certidão atualizada da matrícula. Somente o contrato de compra e venda não resguarda os direitos, já a escritura deve ser registrada para transferir plenamente a propriedade de um imóvel”, explica.

FALTA CONHECIMENTO
Raquel Pinheiro ressalta, ainda, que apesar de a consultoria imobiliária ser bem requisitada, muita gente ainda não conhece bem os serviços. “O volume de consultas e clientes vem aumentando bastante, tanto pelo crescimento do mercado imobiliário em geral, quanto pelo esclarecimento das pessoas, principalmente investidores, incorporadoras e construtoras”, comenta.

Ainda segundo a advogada, o serviço não é caro. “É um serviço a ser pago sob demanda e cujo valor sai insignificante se comparar com o investimento de comprar/vender um imóvel ou de se desenvolver um empreendimento imobiliário. Ainda mais se considerar os ganhos com área, segurança, agilidade e economia tributária que esta consultoria pode agregar”, explica.

E finaliza, afirmando que além de proporcionar uma compra segura de imóveis, os serviços de consultoria imobiliária são essenciais para quem quer desenvolver um empreendimento imobiliário, contribuindo desde a aquisição da área.

Fonte: O Estado ce
 

O Pregador Copyright © 2011 | Template design by O Pregador | Powered by Blogger Templates