As 10 maiores construtoras do país em 2012, segundo o ITC

As maiores


MRV lidera o ranking, seguida pela Gafisa e Brookfield 

O ITC, uma das consultorias mais tradicionais em fornecimento de dados para o setor de construção, premiará, no dia 6 de março, as companhias que mais construíram por metro quadrado no país em 2012. O 9º Ranking ITC das 100 maiores da construção engloba tanto construtoras que atuam nos segmentos comercial, residencial e indústria, e traz como grande ganhadora deste ano a MRV.

1º lugar: MRV
Total de obras: 407
Total construído: 6,810 milhões de metros quadrados

Líder do ranking de 2010, e segunda posição em 2011, a construtora MRV voltou ao topo entre as construtoras que mais construíram no Brasil por metro quadrado. No ano passado, a companhia pretendia vender entre R$ 4,5 bilhões e R$ 5,5 bilhões, mas acabou fechando 2012 com R$ 4,005 bilhões em vendas.

Principal parceira da Caixa Econômica Federal no programa Minha Casa, Minha Vida, a MRV também teve seu nome incluída na lista “suja” do Ministério Público do Trabalho de empresas que usam trabalho escravo no Brasil. O nome foi retirado a pedido do STJ em janeiro.
2º lugar: Gafisa
Total de obras: 177
Área Total construída: 4,886 milhões de metros quadrados

Líder da pesquisa em 2011, a Gafisa ficou em segundo lugar no ranking de 2012 do ITC, mas fechou o ano com resultados acima dos esperados por analistas. Os lançamentos da construtora atingiram R$ 2,95 bilhões, valor bem próximo do máximo projetado pela empresa. As vendas no ano caíram 21% para 2,63 bilhões de reais.

O ano de 2012 foi bem tumultuado para a Gafisa, que começou com a venda de seu controle sendo negociada pelos investidores Sam Zell e GP. O negócio não vingou e as ações da empresa acabaram desabando, inclusive com a diminuição de ações da gestora de fundos GHS e o Credit Suisse na companhia. A Gafisa, então, passou a negociar os 20% da Alphaviile Urbanismo que ainda não eram dela com a sócia no negócio, a Alphaville Participações, mas as partes não chegaram em um acordo e o processo de compra foi parar em uma câmara de arbitragem.
3º lugar: Brookfield
Total de obras: 111
Área Total construída: 4,429 milhões de metros quadrados

A construtora Brookfield, que estava em terceiro lugar no ranking do ano passado com 4,855 milhões de metros construídos, acabou em terceiro lugar este ano, mesmo tendo feito menos lançamentos em 2012. No ano, os novos empreendimentos da construtora chegaram a 3,1 bilhões de reais, pouco acima do ponto mínimo da previsão da construtora e incorporadora para o ano passado. Apesar de cumprir o guidance para 2012, o resultado ficou 23,5% abaixo das vendas do ano anterior, que foram de R$ 4,4 bilhões.
4º lugar: Direcional
Total de obras: 60
Área Total construída: 3,123 milhões de metros quadrados

Apesar de apresentar menos quantidade de obras no ano, a Direcional ficou em quarto lugar entre as empresas que mais construíram no não, segundo o ITC. O lema da companhia continua o mesmo para este ano: construir mais em lugares menos concentrados, em especial com projetos voltados às moradias populares. Hoje a empresa mineira está concentrada nas regiões Centro-Oeste e Norte do país. Em São Paulo e no Rio de Janeiro, a Direcional já adquiriu terrenos e tem projetos em aprovação para participar do programa Minha Casa, Minha Vida.

5º lugar: Even
Total de obras: 104
Área Total construída: 3,117 milhões de metros quadrados

O quinto lugar do ranking, ocupado pela PDG no ano passado (única empresa que ficou de fora da pesquisa por não ter enviado suas informações a tempo), acabou sendo ocupado em 2012 pela Even, com 104 obras e 3,117 milhões de metros quadrados construídos. Na pesquisa anterior, a construtora apresentou o total de 88 obras concluídas em um total de 2,926 milhões de metros quadrados construídos em 2011. A empresa encerrou 2012 com vendas de R$ 1,76 bilhão --acima dos 1,62 bilhão de reais em 2011.
6º lugar: Cyrela
Total de obras: 66
Área Total construída: 2,974 milhões de metros quadrados

A Cyrela caiu do terceiro para o sexto lugar do ano, graças ao número de lançamentos reduzidos da empresa no ano. Segundo o ranking, em 2011, a empresa realizou 113 obras e teve uma área total construída de 4,9 milhões de metros quadrados – número bem acima dos 2,974 milhões de metros quadrados construídos apresentados em 2012.

O sexto lugar no ranking era ocupado o ano passado pela Rodobens, que este ano aparece no lugar 21 da lista, com 1 milhão de metros quadrados construídos e 100 obras realizadas. 
7º lugar: WTorre
Total de obras: 24
Área Total construída: 1,887 milhões de metros quadrados

Voltada para grandes obras comerciais e de infraestrutura, a WTorre ocupa o sérimo lugar no ranking do ITC, com 24 obras realizadas e 1,887 milhões de metros quadrados construídos no ano. Em setembro de 2011, a empresa foi incorporada pela concorrente BR Properties e o sócio no negócio, o BTG Pactual, negócio concluído em janeiro deste ano, com um acordo que prevê a união da totalidade da One Properties, nova denominação social da WTorre, à BR Properties
8º lugar: Rossi
Total de obras: 108
Área Total construída: 1,777 milhões de metros quadrados

A construtora Rossi, que nem aparecia entre as dez mais da pesquisa de 2011, ocupou no ano passado o oitavo lugar entre as que mais construíram, com ajuda na sua estratégia voltado ao público de baixa renda. Mas os números do balanço até o terceito trimestre de 2012 não eram muito animadores. No período, a empresa havia lucrado R$ 18,7 milhões, valor 43% abaixo do apresentado de julho a setembro de 2011.
9º lugar: Plaenge
Total de obras: 171
Área Total construída: 1,770 milhões de metros quadrados

Com uma área total construída bem próxima ao da Rossi, em nono lugar aparece a construtora paranaense Plaenge. No ano passado, a empresa aparecia no oitavo lugar da lista com 178 obras feitas e 1,947 milhões de metros quadrados construídos em 2011. 

10º lugar: Schahin
Total de obras: 37
Área Total construída: 1,650 milhões de metros quadrados

A área de desenvolvimento imobiliário de infraestrutura do Schahin aparece em décimo lugar com 37 obras construídas e um total de 1,650 metros quadrados realizados. Além do segmento, o grupo Schahin atua em outros setores: engenharia, telecomunicações, petróleo e gás e energia.


Fonte: Exame
 

Seguidores

Para Corretores de imóveis

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

O Pregador Copyright © 2011 | Template design by O Pregador | Powered by Blogger Templates