Cartilha traz cuidados ao comprar imóveis usados

Problemas mais comuns enfrentados por quem busca um imóvel são a demora na entrega e contradições no contrato

Comprar um imóvel é o sonho de muita gente. Mas, a aquisição de um bem envolve uma série de riscos e,se o negócio não for bem conduzido, pode ter consequências irremediáveis. No ano passado, segundo levantamento da Associação so Mutuários de São Paulo e Adjacências (Amspa), o número de ações na justiça em razão do atraso de obras, por exemplo, saltou 29%. 


Para evitar esses transtornos e orientar o consumidor sobre quais os cuidados necessários com esse tipo de negócio, a Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor de São Paulo, o Procon, lançou, em parceria com o advogado especialista em Direito imobiliário Marcelo Tapai, duas cartilhas de orientação para compra de imóveis novos e usados. Os documentos já estão disponíveis no site da instituição e podem ser vistos nos endereços  http://www.procon.sp.gov.br/pdf/acs_imoveis_usados_2012.pdf


Segundo Tapai, que em seu escritório move cerca de mil ações contra construtoras e incorporadoras, os problemas mais comuns enfrentados por quem busca um imóvel são a demora na entrega, contradições no contrato, cláusulas abusivas e, para quem negocia bens usados, os aborrecimentos mais corriqueiros são as hipotecas e dívidas pendentes ou, ainda, a ações na justiça que afetam a venda do imóvel e, portanto, impedem a transferência para o nome dos compradores.

“A ideia de fazer essas cartilhas partiu da enorme quantidade de problemas que as pessoas têm enfrentado para comprar um imóvel. No escritório vejo isso todos os dias e sei que boa parte dos riscos poderia ser evitada se existissem mais informações sobre os cuidados necessários antes de fechar um negócio dessa magnitude’, explica.

A cartilha que aborda a compra de imóveis na planta ensina o consumidor a pesquisar as melhores ofertas, analisar o imóvel, observar que grande parte dos itens que se vê nos modelos decorados não está embutido no preço, esclarece sobre a legalidade das taxas que são cobradas e orienta sobre as pegadinhas existentes nos contratos. “É um manual bem completo que explica minunciosamente e de forma clara os tipos de financiamento, os juros que são acoplados às parcelas, e, principalmente, orienta sobre o que fazer em caso de atraso na entrega”, diz o advogado.

No manual de imóveis usados, o Procon chama a atenção do comprador para a necessidade de ter a matrícula recente do imóvel, o que evita surpresas como hipotecas e ações judiciais envolvendo o bem em questão.

Seja em imóveis novos ou usados, algumas dicas são comuns e preciosas antes de fechar o negócio. Entre elas, Tapai salienta:

-Observe a vizinhança, infraestrutura do local (proximidade de comércio, transporte, hospitais e escolas), segurança e possíveis problemas como enchentes e barulhos

-Se a compra do imóvel for para fins comerciais, verifique se a lei de zoneamento permite o tipo de atividade desejada

-Procure saber na prefeitura se existem projetos de desapropriação para o terreno onde está localizado o imóvel

-Faça uma leitura cuidados de todas as cláusulas do contrato e, se sentir necessidade, não hesite em consultar um especialista para certificar-se de que tudo está dentro da lei

-Risque todas as folhas em branco do contrato e rubrique todas as páginas na frente de testemunhas maiores de 18 anos e sem parentesco com os envolvidos no negócio

-Exija uma via do contrato original e guarde-a com irma reconhecida de todas as assinaturas e, posteriormente, registre o documento no Cartório de Registro de Imóveis competente.


Fonte: amspa
 

O Pregador Copyright © 2011 | Template design by O Pregador | Powered by Blogger Templates