Preço do metro quadrado aumenta e chega a quase R$ 5 mil em Fortaleza

As informações são do índice FipeZap, que a partir deste mês vai acompanhar dados sobre mais nove cidades, totalizando dezesseis

O momento mais comedido do mercado imobiliário se reflete no comportamento distinto entre as regiões. Enquanto há cidades onde o preço anunciado do metro quadrado ainda sobe em ritmo forte, como em Fortaleza (alta de 3,4%), locais como Curitiba já registram correção de preços.


Em Fortaleza, o preço chega a R$ 4.912 o m². As informações são do índice FipeZap, que a partir deste mês vai acompanhar informações sobre mais nove cidades, totalizando dezesseis.

“Bolha imobiliária”

A valorização súbita dos imóveis não significa por si só que uma “bolha imobiliária” está se formando no mercado. Da mesma forma, uma queda de preços não é o único indicativo que essa suposta bolha está começando a estourar. No caso brasileiro, parece mais sensato supor que esse setor passa por um momento de ajuste após a euforia dos últimos anos.

Prova disso é que, em média, os preços continuam a subir. Em sete meses, houve aumento real de 1,9% nas dezesseis regiões pesquisadas. No mês passado, o valor do imóvel avançou 0,9%, índice próximo do desempenho em dezembro, quando teve alta de 1% (veja mais abaixo). O preço médio do metro quadrado ficou entre R$ 8.711 (Rio de Janeiro) e R$ 3.440 (Vila Velha) em janeiro. Em São Paulo foi de R$ 6.922 e a média nacional, de R$ 6.350.

O índice FipeZap coleta em classificados da internet informações sobre o preço do metro quadrado de imóveis. Muitas vezes há diferença entre o valor anunciado de um imóvel e o de fato transacionado, mas a tendência de ambos, para cima ou baixo, tende a ser a mesma. 


Veja os valores:
CidadeVariação do metro quadrado (janeiro)
São Paulo+0,9% (R$ 6.922 o m²)
Rio de Janeiro+1% (R$ 8711 o m²)
Belo Horizonte+1,3% (R$ 5.014 o m²)
Brasília-0,1% (R$ 6.372 o m²)
Salvador+1,4% (R$ 4.041 o m²)
Fortaleza+3,4% (R$ 4.912 o m²)
Recife-0,2% (R$ 5.109 o m²)
Porto Alegre+1,3% (R$ 4.303 o m²)
Curitiba+0,9% (R$ 3.722 o m²)
Florianópolis+1,1% ( R$ 4.436 o m²)
Vitória+0,9% (R$ 3.881 o m²)
Com informações do Estadão
Fonte: Jangadeiro online
 

O Pregador Copyright © 2011 | Template design by O Pregador | Powered by Blogger Templates