Aluguel de imóveis mobiliados, será que vale a pena?

Alugar um imóvel mobiliado é prática muito comum no exterior. Aqui no Brasil, encontrar imóveis mobiliados para alugar não é tão comum, mas a procura começa a aumentar e a raridade e o conforto têm seu preço.

Em geral, os imóveis mobiliados podem custar até 20% a mais em relação aos vazios. Segundo diretora comercial da SJ Imóveis, Lidia Hiluy Vieira, por estar em imediata condição de uso, este tipo de imóvel têm um valor agregado, que depende muito do tipo e da quantidade de mobília. No entanto, o valor excedente pode compensar se o interessado estiver à procura de praticidade, comodidade e não quer perder tempo.

A mobilidade é um fator que faz com que esse tipo de locação tenha muito sucesso entre estudantes, recém-casados, profissionais ainda não estabilizados, executivos e estrangeiros – já que, normalmente nessas condições, o inquilino não tem condições de mobiliar a casa de uma única vez ou está apenas de passagem pela região.

A analista de sistemas, Adriene de Meneses, 29, procura há quase um ano por um apartamento mobiliado, próximo do seu trabalho e conta que está sendo muito difícil encontrar um imóvel que se encaixasse ao seu perfil. “Quero morar perto do meu trabalho, mas não tenho como alugar um apartamento e mobiliá-lo de uma vez, então optei por um já mobiliado. Mas quando encontrava o imóvel que se dizia mobiliado só contava com armários embutidos e não era o que procurava. Está muito difícil, mas espero conseguir em breve”, explica.

Para quem já tem seus próprios pertences, os imóveis mobiliados podem trazer prejuízo, já que a pessoa terá que se desfazer de todos os seus móveis e quando decidir se mudar novamente, no caso do aluguel, terá que adquirir tudo de novo.

Precauções

Dá certo trabalho achar uma opção em condições e em sintonia com o estilo desejado, mas quando o indivíduo o encontra, dificilmente o troca por outra opção. Mas antes de fechar o negócio, é preciso muito cuidado para evitar transtornos, tanto no caso do aluguel quanto no da compra.

O advogado especialista em direito imobiliário, Thales Pontes, explica que quando o proprietário do imóvel pretende locá-lo com os móveis embutidos, ele deve disponibilizar uma lista de todos os objetos presentes no local, para que os interessados saibam tudo o que está incluso no negócio.

“Depois, com a lista de todos os móveis em mãos, é hora de verificar o estado de conservação de cada peça para avaliar se o preço condiz com a realidade – e, se possível, até tirar fotos dos itens, para evidenciar o estado de conservação”, Pontes, recomenda ainda que, no momento da vistoria, os móveis e equipamentos sejam testados.

Além desses cuidados específicos, alugar um imóvel mobiliado envolve as mesmas considerações de qualquer outra locação: localização, infra-estrutura do bairro, condições da edificação, zoneamento, vizinhança, necessidades da família etc. “Assim como os imóveis sem mobília é preciso pesquisar bastante, conhecer várias opções e comparar os valores e os benefícios de cada proposta”, finaliza Lidia Hiluy Vieira.


Fonte: O estado ce
 

O Pregador Copyright © 2011 | Template design by O Pregador | Powered by Blogger Templates