DMI-VivaReal aponta Vitória e Curitiba como capitais com maior alta no valor do m² para compra de imóvel

Atualização do relatório referente ao terceiro trimestre do ano indica também aumento dos preços em cidades próximas a grandes capitais

São Paulo, novembro de 2014 – Entre as 35 cidades analisadas pelo DMI-VivaReal, Vitória (+8,3%) e Curitiba (+7,2%) tiveram a maior valorização no preço do metro quadrado para compra no terceiro trimestre de 2014 – julho a setembro. No mesmo ranking, os 3° e 4° lugares ficaram com Guarulhos (+6,2%) e Niterói (+5,3%), cidades da região metropolitana de São Paulo e do Rio de Janeiro, respectivamente.

O DMI (Dados do Mercado Imobiliário) é o levantamento realizado pelo portal de imóveis VivaReal com sua base de mais de 2,5 milhões de classificados. Para este trimestre foram selecionadas 35 cidades para a amostra, em diferentes regiões do País.

Entre as capitais, Fortaleza também aparece como destaque. A cidade registrou desvalorização do preço médio do metro quadrado para venda (-4,8%), em contraste com a alta de +5,4% que apresentou no trimestre anterior analisado pelo DMI.

 “Olhando o comportamento dos preços no terceiro trimestre do ano e comparando-os aos preços de períodos anteriores, podemos observar que as variações têm se estabilizado. A expectativa de decréscimo acentuado nos preços pós-Copa do Mundo não foi verificada na prática. De fato, os preços do final de junho mostravam uma leve tendência de recuperação pós-estabilização no primeiro trimestre do ano”, analisa Lucas Vargas, vice-presidente comercial do VivaReal.

Em relação à variação no preço do metro quadrado para aluguel, cidades que não são capitais de estado apareceram entre os destaques. Canoas (+11,6%) encabeça as principais valorizações, seguida por Brasília (+8,9%), Guarulhos (+6,6%), São Bernardo do Campo (+6,3%), Uberlândia (+5,1%), Porto Alegre (+4,8%), Londrina (+4,5%), Fortaleza (+4,1%), Rio de Janeiro (+3,6%) Osasco (+2,6%), São Paulo (+2%) e São Caetano do Sul (+1,9%).

CIDADES COM MAIOR VALORIZAÇÃO DO M2 PARA ALUGUEL

Itaquera é o bairro mais buscado para compra em São Paulo

Na capital paulista, principal mercado de imóveis do Brasil, além da alta geral do índice para venda (+3,1%), o grande destaque é a Zona Leste, que lidera a lista de preços médios de metro quadrado mais valorizados, com 4,2% no trimestre. Itaquera foi o bairro líder em buscas para compra de imóveis e teve também aumento no preço médio em +2,3%.

Dentre os bairros mais procurados por quem deseja comprar um imóvel em São Paulo também se destacam Morumbi, Tatuapé, Butantã e Saúde. Para aluguel, as principais escolhas são Vila Mariana, Butantã, Bela Vista, Morumbi e Pinheiros.

Os cinco bairros mais caros da capital paulista apresentaram pequena variação em seu preço médio. Vila Nova Conceição (+1,1%), Jardim Paulistano (+4,3%) e Vila Gertrudes (+0,2%) se juntam a Jardim Europa (sem variação), e à líder em valorização, Vila Uberabinha (+6,2%) para fechar a lista dos cinco primeiros neste critério.

Zona Oeste teve maior valorização no Rio de Janeiro

Já no Rio de Janeiro, a Zona Oeste lidera o ranking de regiões mais valorizadas para venda com 2,9%. Guaratiba, na Zona Oeste é o bairro mais valorizado do trimestre, com alta de 20,2% nos meses de Julho, Agosto e Setembro, seguido por Anil, Pilares e Bangu. Leblon, na Zona Sul, apesar de continuar sendo o bairro com metro quadrado mais caro do Brasil, ainda apresenta uma leve valorização, de 0,2%.

Por outro lado, o bairro Abolição é o que mais se desvalorizou na capital fluminense, com queda de 11,1% no preço médio do m2. Na sequência, Tanque (-8,8%), Pavuna (-8,4%) e Curicica (-6%) completam a lista. A região Central apresentou desvalorização para aluguel (-7,4%), mas valorização para venda (+2,7%).

“Assim como existe um equilíbrio entre oferta e demanda, é possível perceber uma relação entre aluguel e venda. Em São Paulo, os preços de venda subiram pouco mais de 3%, enquanto o aluguel se manteve na faixa de 2%. Já no Rio de Janeiro, o aluguel valorizou mais, reflexo de que o consumidor tem considerado que os preços de venda estão próximos a um nível de estabilização”, finaliza Lucas Vargas.

 Sobre o VivaReal

O VivaReal é um portal que conecta o consumidor ao imóvel dos seus sonhos por meio de mais de 2 milhões de anúncios de casas e apartamentos para compra e locação. O portal é líder absoluto em seu segmento de atuação* e recebe mais de oito milhões** de visitas todos os meses em seu site web e mobile. O VivaReal está presente com escritórios locais em 14 cidades brasileiras.

(*) Fonte: Serasa Experian Hitwise
(**) Fonte: Google Analytics
 

O Pregador Copyright © 2011 | Template design by O Pregador | Powered by Blogger Templates